É SEMPRE BOM LEMBRAR QUE UM COPO VAZIO ESTÁ CHEIO DE AR*









20.4.10

Canjerê (rascunho para uma letra) II

A mar
________________________________


A mar
Veio do céu
Para amar o mar
Que durante tanto tempo viveu só,
Sozinho.

Uma maria vinha, O mar
O mar olhava, ria
Maria rebolava, O mar
O mar não se aguentava
Arriscava um olá, O mar
Com suas marolas pra lá e pra cá.

A mar,
Veio sem lugar,
E desceu no mar, O mar
Com seu azul anil,

Até que maria pediu,
Para a mar virar rio,
Para adocicar o mar

O mar,
Deixou-se levar,
Pelo seu amor carnal,
Amor de água e sal,

Até que a mar pediu,
Para, então, deixar de ser rio,
E ir logo no mar se salgar.

A mar,
Deixou-se levar,
Também!
Amor de água e sal.

Até que o mar pediu,
Para então virarem um só,
E salgarem a boca do mundo,
Em amor lá no mais profundo.

(feita em 2007)

Nenhum comentário:

Postar um comentário