É SEMPRE BOM LEMBRAR QUE UM COPO VAZIO ESTÁ CHEIO DE AR*









26.4.10

NÓS

plural de eu
plural de nó
plural de on

line
on line
in line
main line


21.4.10

PRÊMIO DARDOS



Valeu, Raí, pelo presente. Agora é procurar merecê-lo.

20.4.10

Canjerê (rascunho para uma letra) V

A cada sol no mundo há alguém que fica só,
A todo alguém que fica só há um sol nesse mundo.

Um rio raso,
A quem tem sede,
É profundo.

A cada sol no mundo há um céu em que ele caiba,
A cada céu profundo há um ponto em que ele acaba.

O infinito,
Quando fito,
Desaba.

A cada sol nesse mundo há uma sombra que proteja,
A cada sombra fresca há mil corpos que a deseja.

Um desejo,
A quem não pede,
É fraqueza.

A cada mil corpos há um que fica só,
A quem fica só há mais de mil nesse mundo.

Um rio raso,
A quem tem sede é profundo.

(sem título)

Canjerê (rascunho para uma letra) IV

art of air
___________________________

air
art of doing nothing
and be all

clay
body of people
how to stay in the air?

clay
body of people
how to stay in the air?

doing nothing
doing nothing

whenever we
err
err
err
better to do nothing

doing nothing
doing nothing
doing nothing
to save ourselves

Canjerê (rascunho para uma letra) III

Criative Vibration
______________________________


Criative vibration
Criative vibration

The flower will give your place
For a forest
For a forest
For a forest

The forest will give your place
For a human
For a human
For a human

The human will give up her place
because of a dream
of a dream
of a dream
of a dream

God
Give us
Criative Vibration
Criative Vibration
Criative Vibration

A gente ter que ser assim
A gente tem que ser assim
A gente ter que ser assim
Que a gente é assim!

Brazil Very Happy Band
Brazil Very Happy Band

Um bando de gente cantando e dançando

Dancing and singing
Dancing and singing
Our poor
Our riches
Our Happy Band
Dancing and singing

God
Give us
Criative Vibration

Canjerê (rascunho para uma letra) II

A mar
________________________________


A mar
Veio do céu
Para amar o mar
Que durante tanto tempo viveu só,
Sozinho.

Uma maria vinha, O mar
O mar olhava, ria
Maria rebolava, O mar
O mar não se aguentava
Arriscava um olá, O mar
Com suas marolas pra lá e pra cá.

A mar,
Veio sem lugar,
E desceu no mar, O mar
Com seu azul anil,

Até que maria pediu,
Para a mar virar rio,
Para adocicar o mar

O mar,
Deixou-se levar,
Pelo seu amor carnal,
Amor de água e sal,

Até que a mar pediu,
Para, então, deixar de ser rio,
E ir logo no mar se salgar.

A mar,
Deixou-se levar,
Também!
Amor de água e sal.

Até que o mar pediu,
Para então virarem um só,
E salgarem a boca do mundo,
Em amor lá no mais profundo.

(feita em 2007)

Canjerê (rascunho para uma letra)

Há um seio de mãe,
No céu,
Há um seio de mãe,

Mas o povo que sobe tem fome,
E esqueceu de que tem coração.

Há um coração de mãe,
No céu,
Há um coração de mãe,

Mas o povo que sobe é tanto,
Que lá já não cabe mais ninguém.

Ó, Jesuscristinho,
Queira Deus que a vida há de melhorar
Pra nós dois.

Ó Jesuscristinho,
Queira Deus que a vida há de melhorar
Pra nós todos.